+ de 25.000
MÁQUINAS COMERCIALIZADAS
Máquinas de Obras Públicas
e Movimentação de Cargas,
sendo que mais de metade
foram equipamentos JCB.
LÍDER
HÁ 25 ANOS
Em unidades vendidas
para o sector das Obras
Públicas e Construção Civil

O FUTURO ESCREVE-SE COM H DE HIDROGÉNIO

A JCB dá mais um passo para provar a viabilidade da tecnologia de combustão de hidrogénio, instalando um dos seus motores numa carrinha Mercedes Sprinter.

Esta adaptação foi concluída em apenas duas semanas e um dos primeiros condutores de teste do veículo foi o Presidente da JCB, Anthony Bamford, que lidera o projeto de 100 milhões de libras da empresa.

O motor a hidrogénio utilizado na carrinha é o mesmo que já equipa os protótipos de máquinas agrícolas e de construção JCB. Sendo este, o segundo veículo Mercedes a ser equipado com um motor a hidrogénio JCB, pois no início deste ano, um camião Mercedes de 7,5 toneladas foi o ponto de partida para esta experiência.

A JCB já fabricou mais de 70 motores de combustão a hidrogénio, num projeto que envolveu 150 engenheiros britânicos e que agora alimentam protótipos de retroescavadoras e multicarregadores telescópicos JCB.

A carrinha em questão, originalmente era movida a diesel. Esta mudança para motores a hidrogénio assume-se como um forte candidato a atingir os objetivos globais de redução de emissões de dióxido de carbono, sendo que uma das principais valências destes veículos é um reabastecimento mais rápido, com a tarefa a ser concluída numa questão de minutos, em comparação com as horas despendidas de recarga de baterias.

A JCB é a criadora das primeiras máquinas de construção e agrícolas a hidrogénio do mundo. No ano passado, revelou outra novidade no sector: Um reabastecedor de hidrogénio móvel que se assume como uma forma rápida e simples de reabastecer as máquinas no local. Os motores de hidrogénio JCB são fabricados na JCB Power Systems em Derbyshire, Inglaterra.